Agua mole e pedra dura tanto bate ate que fura

Quando eu era jovem (decadas no passsado :-)) eu nao tinha muita paciencia,  mas quem eh que tem paciencia quando jovem?

Se eu pedisse algo a alguem e a resposta fosse “nao”, eu nao insistia, nao brigava, nao questionava, muito contrariada apenas aceita o “nao” e pronto… Deixava para la a ideia por completo, ou ia bater em outra freguesia, e muito provavelmente nunca mais pedia mais nada aquela pessoa.

E acredito que uma das coisas que aprendi com o tempo eh que “um nao”, na grande maioria das vezes significa apenas “um talvez”, principalmente quando vem de um homem, principalmente quando se trata do marido ou do chefe…

O negocio eh questionar “o nao”, deixa-los sem argumentos, provar o seu ponto usando os argumentos deles, e vai pingando, pingando, comendo pelas beiradas com dizia minha mae.

E um dia, pode ser depois de semanas, meses, ou ate anos, de tanto pingar na pedra dura voce rope o concreto, e ai e so correr para o abraco, porque nao existe nada mais gratificante do que ver a pedra se romper depois de um bom tempo pingando.


3 Comments

  1. Carola}i{

    E qual foi a pedra que rompeu? A do chefe ou a do marido? :D

    Reply

  2. Laura

    Olha, com esse post você falou tudo! Nada que o tempo pra fazer uma pedra masculina romper!!!
    Mas tb fiquei curiosa marido ou chefe????

    Bjss

    Reply

  3. Vivi

    Eheheheh uso sempre essa tática e com certeza dá super certo – rsrsrsrsrs

    Reply

Leave a Reply

*

CommentLuv badge